Terça-feira, 18 de Dezembro de 2007

"Conto do Autismo", André Vilaça

André Vilaça, um dos ouvintes e contadores de histórias d'A História Devida, lançou no passado dia 3 de Dezembro o livro Contos Soltos, no qual está incluído o texto que nos enviou, «Conto do Autismo». O lançamento do livro do André aconteceu na Fnac do GaiaShopping e foi um sucesso. Deixamos aqui a história que o André partilhou connosco, esperando que fiquem com vontade de ler e comprar o livro. Basta visitarem  o site da APPDA - Norte: http://www.appda-norte.org.pt/

 

 

Conto do Autismo


            A minha personagem principal é um autista muito meigo e que sonha comer a maior bola de berlim do mundo. O seu nome é Lipinho, de Filipe.
            Era uma segunda-feira no Centro de Actividades Ocupacionais da APPDA-Norte e ele estava na sua sala a ter a mesma vida de sempre quando aconteceu algo que mudou a sua vida. Entrou uma monitora nova. Era inglesa e vinha de Londres. Era muito bonita, tinha cabelos castanhos, olhos verdes e usava roupas desportivas. Ele sentiu algo que nunca sentira antes, mas eu sei o que é isso. Ele tentou arranjar umas palavras para lhe dizer, mas era muito difícil pois tinha de lutar contra o seu falar de repetir o que os outros diziam. Ela olhou para ele e deu-lhe um beijinho, dizendo «Olá Filipe.» «Olá Filipe?, repetiu ele. Desiludido, deixou cair a cabeça entre os dois braços e ficou todo o dia a olhar para ela.
            Foram para o jardim e ele decidira dar-lhe algo. Mas o quê? De repente viu uma flor no relvado; era a única e foi buscá-la. Quando ia dá-la, o Herculano apareceu com um ramo de flores. A flor dele murchou… O seu melhor amigo, o único que gostava dele, era pela primeira vez seu rival e estava a roubar-lhe a miúda.
O Filipe estava na nossa sala e desviava o olhar sempre que a inglesa beijava o Herculano, porque eles namoravam. Então ele desistiu dela, pensando «Como seria possível uma rapariga apaixonar-se por um autista?»
            Certo dia, quando cheguei ao centro, vi todos lá fora. Quando fui perguntar o que se passava disseram que metade do Centro estava a arder. Lá dentro todos fugiram da sala e a inglesa estava presa nos escombros a pedir ajuda. O Lipinho, ao ouvir os seus pedidos, voltou para trás, tirou as tábuas caídas da frente, pegou nela ao colo e saíu de lá. Ao sair do centro, pousou-a ao lado do Herculano. Ela abriu os olhos e agradeceu. Então ele disse pela primeira vez «De nada, foi um prazer.» Ela deu-lhe um beijo na face, ele ficou vermelho e logo pensou para si mesmo se ela deixaria o Herculano para ficar com ele. Mas isso não aconteceu.
            O Filipe não se importou: tinha feito um acto corajoso e tinha falado sem repetir nada.


                                                                                                                                             André Vilaça

Publicado por Produções Fictícias às 12:08
Link do post | Adicionar aos favoritos
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 


Pesquisar

 

A HISTÓRIA DEVIDA

Todos os Sábados, por volta das 22h35, no Canal Q.



Envie as suas histórias para: historiadevida@gmail.com ou para

A História Devida - Produções Fictícias – Travessa da Fábrica dos Pentes, nº 27, R/C 1250-105 Lisboa

Links

HISTÓRIA DEVIDA NA PÚBLICA

Veja aqui todas as Histórias Devida editadas na revista Pública.

Arquivo

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

blogs SAPO

subscrever feeds